sábado, 7 de novembro de 2009

BDSM versus Masturbação Virtual


Quero escrever sobre uma menina que nunca conheci.
E quando digo que nunca conheci é em todos os sentidos. Seja no mundo real,no vasto mundão virtual.
Nunca trocamos uma palavra e muito menos uma teclada.

Mas sua história me chamou atenção.Apesar de ser tão parecida como de tantas outras
que existem no mundo virtual do BDSM. Escravas com Donos sem nunca terem encontrado os mesmos. Sem nunca terem tido uma sessão. E usam todo o manto liturgico para definir sua relação.

Frases como: Sou sua, unicamente sua, exclusivamente sua. Algumas vão além..até registro possuem. Fazem um blog e ali escrevem toda a história de uma relação virtual achando que o blog poderá dar uma forma concreta da relação.

Me desculpem as meninas ou meninos que vivem o BDSM virtualmente.Vocês sabem que isso não é relação BDSM. Por isso não precisam ter xiliques por causa das minhas palavras. Eu mesma já recusei inúmeros escravos e escravas por ter absoluta certeza que esses somente iriam ser virtuais.

BDSM é tesão, prazer, descobertas, pele, osso, carne, cheiro e muito TOQUE.


Vamos voltar falar sobre a menina que me chamou atenção.

Caracteriticas: Nome com coleira.Blog dedicado ao Dono.
Tempo da relação: Alguns meses.
Motivo do encoleiramento: Desejava descobrir um mundo diferente. Desejava pertencer a algúem, sentir o prazer da carne, o contato, apanhar, ficar de joelhos.
Enfim ela sonhava com um mundo real.
Mas com o passar da relação ambos não conseguiram sair do campo virtual.

Pelo blog podemos acompanhar toda história de uma relação pautada somente em sonhos, problemas do cotidiano como desculpa para não se encontrarem.
O blog era carregado de transcrições de bate papos virtuais..torpedos..e ordens da parte dele por msn.
Até que um certo dia as postagens começaram a mudar de teor..sentimentos de frustações tomaram forma no blog.

Ela corajosamente faz um texto dando Adeus ao Dono e a todos os sonhos não vividos nos meses que esteve pertecendo a ele.
Poderia ter ficado com pena dela..Mas não tive.
Ao término da leitura do texto sobre o fim da relação.Dos meus lábios brotaram um lindo sorriso.

Pela coragem que ela teve em por um fim em um faz de conta.
Coragem dela em expor para todos que o Dominador dela não passava de um Dom
de msn. "Tema que brevemente irei abordar".
E que ela sim..tinha sonhos reais de carne e osso para viver o BDSM.
Por isso sua história me chamou a atenção.




Ela não é como tantas outras e outros..que se acomodam no msn..e satisfazem seus desejos teclando..e postando por aí que vivem o BDSM.

Me desculpem meninas e meninos que vivem o BDSM assim..pq para essa Deusa isso não passa de Masturbação virtual.
E parabéns para quem tem coragem.
E graças aos céus conheço um monte de mulher corajosa! :)

Como diz a Clarice:

Viver ultrapassa qualquer entendimento.


Beijos saborosos

Deusa..


PS: A foto no cavalete é minha mesmo.
Outras no blog do meu maridinho.
www.srkleiton.blogspot.com

2 comentários:

{Λїŧą}_ŞŦ disse...

Parabéns Deusa, também pela sua coragem em abordar o tema, pois muitos vivem essas relações virtuais e acaba sendo um tema polêmico.
Realmente fica faltando o básico, o essencial. O toque, os cheiros, os gostos, o peso da mão do Dono, o olho no olho.
Se algumas pessoas conseguem ser felizes assim, ótimo. Mas estarão deixando de saborear o melhor da relação, os momentos de entrega real, de sentir o Dono de todas as formas.
A menina que você citou teve muita coragem sim... e por essa espera, merece alguém com quem possa ser plena, vendo, ouvindo e principalmente sentindo o prazer de seu Dono.
Beijos meus, muito carinhosos, para você.

{Female}_"L". disse...

Oi querida!

Pois é, aos poucos vou colocando a casa em ordem, nos últimos meses minha vida transformou-se da água para em belo vinho, tenho muito o que escrever, porém tudo ao seu tempo. Bom mesmo é sentir o carinho de algumas pessoas, pessoas como você... grande beijo.